Linux na Educação

abril 25, 2008

Foi disponibilizado por meu amigo Piacentini um ótimo post sobre o projeto do MEC, o Proinfo. O seu post foca na utilização do Kde-Edu e os números do projeto. (O post está em inglês).

O MEC tem o portal WebEduc, o Portal de Conteúdos Educacionais do MEC. Muito interessante. Vale a pena visitar.

O que mais me chamou a atenção foi o Proinfo, que foi a razão de eu “fuçar” esse portal e o softwares educacionais de código aberto. Muito interessante ver softwares que podem facilmente substituir os atualmente utilizados de forma ilegal ou através de altos custos (as vezes).

Separado por área esses softwares são bem uteis e podem normalmente ser utilizados em Faculdades e/ou escolas sem problema algum. Já que são livres e bastantes estáveis.

São suportados por uma comunidade que cresce cada vez mais e qualquer um pode customiza-los a seu interesse. Então, na utilização dessas ferramentas além de economizar com licença ainda ganha liberdade na manipulação do mesmo.

Ótimo para instituições de ensino, pois isso deveria ser fomentado para seus alunos. Gerando maior conhecimento dentro da instituição.

WebEduc, uma boa iniciativa. Parabéns ao MEC.

Vai abaixo uma tela do Linux Educacional, utilizado no Proinfo.

Linux na Educação



Lançamento do Gnome 2.22

março 13, 2008

Algum tempo depois do anúncio do KDE4, é lançada a nova versão do Gnome. Que tem como dedicatória ao colaborador Raphael Higino, que morreu de acidente de moto no ano passado. Ele fazia parte de equipe de tradução.

Lançamento do Gnome 2.22

A nova versão do Gnome tem inúmeras melhorias. Isso sem falar na correção de bugs antigos.

Entre as melhorias posso destacar algumas que julguei interessante.

GVFS – Que substitui o antigo Gnome VFS, que dentre tantas melhorias, as melhores são em relação a praticidade, pois acessando o endereço cdda:// pode ser visualizado todas as musicas de um CD e gphoto2:// dar acesso ao conteúdo de qualquer câmera conectada. Isso sem contar nas melhorias no tratamento de mídias removíveis.

Relógio Internacional – Para você que trabalha com pessoas fora do seu país e sempre fica fazendo conta quando precisa entrar em contato com eles para evitar acordá-lo cede demais. O relógio internacional é anexado ao relógio atual e pode ser configurado o horário local e outros de seu interesse.

Lançamento do Gnome 2.22

Evolution – Agora com suporte a sincronização com Agenda Google.

Lançamento do Gnome 2.22

Vinagre – Agora o acesso remoto dos administradores ficou BEM mais tranquilo, pois com o Vinagre você tanto efetuar uma varredura na rede, tanto quanto gravar acessos mais comuns.

Lançamento do Gnome 2.22

Essas e outras melhorias podem ser vistas aqui.

Vale a pena testar assim que possível, como o texto mesmo diz, para os corajosos, pode ser compilado do source, porém eu irei esperar a minha distribuição anexar na base e então efetuar meus testes. Tenho projetos demais para poder iniciar algo desse tipo.


Google Desktop para o Linux

junho 28, 2007

Como já era de se esperar, foi divulgado hoje no blog da Google o google desktop para usuários do Linux.

Baixe aqui e verifique se ja tem o Glibc 2.3.2+ e Gtk 2.2.0 senão, baixe aqui e aqui ou use o seu gerenciador de repositorio favorito (Yum, Apt-get  e afins…)

Espero novidades da Google e outras grandes empresas no mundo Gnu/Linux.


Linux Fragmentado

março 2, 2007

Ao ler um artigo na Linux Magazine fiquei muito intrigado sobre esse assunto, pensei e cheguei a algumas conclusões sobre o tema.

Sempre que pensamos como militantes ou defensores de uma idéia sempre temos inimigos e no Linux com o software livre não é diferente, mas nosso caso temos algum incomum. O nosso maior inimigo não é a Empresa MS! E sim nós mesmos… Isso! Falo nós pois somos uma comunidade.

Um dos grandes obstáculos frente ao crescimento do Linux nos Desktops é a fragmentação, pois em meio a tantas distribuições seguindo linhas diferentes fica complicado o acesso das grandes empresas nesse mercado, pois a falta de um padrão deixa tudo muito inseguro.

No caso da Dell, ficou claro o seu receio para a entrada nesse mercado, pois o Linux já se estabeleceu no mercado a meses e ainda nada tinha sido divulgado em relação a ele abertamente. Depois de vários pedidos em seu site a Dell resolveu entrar no mercado e assim vender suas maquinas com o Suse Linux pré-instalado, mas todo suporte na parte do SO será dado pela Novell, dona do Suse Linux, pois empresas como a Dell não se importam com a vontade de usuários do Linux, elas querem saber dos usuários de Red Hat, Debian, Suse, ou seja, padrões a serem seguidos.

O mesmo aconteceu com a HP, mas no caso dela não existe somente uma distribuição e sim várias. Red Hat, Suse, Turbolinux e Mandriva. Nesse caso escolhido pelo usuário, mas ainda limitado pelo tipo de hardware compativel. Nesse caso também o suporte do SO é totalmente prestado pela dona da Distribuição.

Ao fim, podemos perceber que mesmo com tantos problemas a área linux é bestante promissora e pouco explorada. As grandes empresas estão percebendo isso um pouco tarde, mas o que ainda não foi encarado de verdade por eles é a liberdade do usuário de uma forma bastante ampla, pois se o suporte é prestado e de certa forma a comunidade foi usada para o mesmo por que não ajudar a mesma disponibilizando os drivers para seus hardwares? Será que eles não percebem que com isso poderá aumentar suas vendas frente a estruturas proprietárias? Será mesmo que a ATI não sente isso hoje com a Nvidia?

O que acho é que tudo ainda está da mesma forma. O objetivo da entrada dessas empresas ainda não foi alcançado! COMPATIBILIDADE! Nosso maior mal em Desktop até então, mas tudo isso é questão de tempo.