Qual a intenção da Bahia?

No mês passado nosso governador assinou um protocolo de intenções com a Microsoft, empresa largamente conhecida por sua politica de software “fechado”. Essa semana temos a notícia que os órgãos governamentais de tecnologia da informação do estado e faculdades publicas, assinaram uma “carta de intenções” com o intuito de “…promover atividades conjuntas que atendam aos programas, aos projetos e atividades de interesse comum das instituições. Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado da Bahia, Ildes Ferreira, estas ações devem ter como premissa, o desenvolvimento de softwares livres que promovem a redução de custo e o compartilhamento de soluções”.

Ótimo, mas tem algo que não “encaixa” aqui. No mesmo texto temos a seguinte informação:

“No programa de inclusão sociodigital, por exemplo, a economia gerada pela dispensa de pagamentos de royalties possibilita a implantação de 100 unidades de acesso à informática por ano”

Porém logo depois nos deixa com mais duvida ainda:

“O secretário afirmou que o governo também precisa firmar parcerias com empresas líderes no segmento da informática, desde que traga benefícios à população, referindo-se à recente parceria firmada entre o governo da Bahia e a Microsoft.”

Quanta contradição!

Assinaram a carta:

* Secretaria Estadual de Ciência

* Tecnologia e Inovação (Secti)

* Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro)

* Companhia de Processamento de Dados do Estado da Bahia (Prodeb)

* Companhia de Processamento de Dados de Salvador (Prodesal)

* Universidade federal da Bahia (Ufba)

* Universidade do Recôncavo da Bahia (UFRB)

* Universidade do Vale do São Francisco (Univasf)

* Universidade estadual de Feira de Santana (Uefs)

* Universidade de Santa Cruz (Uesc)

* Universidade do Sudoeste da Bahia (Uesb).

Vamos esperar o retorno disso!

Uma resposta para Qual a intenção da Bahia?

  1. Elton disse:

    Infelizmente este tipo de absurdo deve acontecer em muitos lugares do nosso país, a única diferença é que alguns divulgam (como você) e outros preferem se fazer de cegos.
    Este tipo de atitude tem que ser divulgada e reprimida de todas as forma possíveis. Governo apoiando monopólios, só no Brasil mesmo.
    Temos que fazer muita “bagunça” com este tipo de atitude irresponsável.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: